Altoé, Geraldo

POESIAS

Textos

O SORRISO


Sorrir é descortinar a alma,
É a estesia do albor...
O desabrochar da flor,
E o trescalar do coração.

Em riso, faz-se o amor quando se aflora,
Quando dois olhares se prometem,
Fazem-se os desejos e prazeres...
Quando a alma inteira se estesia,
Faz-se o pranto,
Faz-se a alegria.

O riso é o estampar do que se vive;
O arauto das paixões quando se inflamam,
O doce do viver, é o paraíso.

Geraldo Altoé

Geraldo Altoé
Enviado por Geraldo Altoé em 07/11/2006
Alterado em 30/08/2007


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras